Fique por Dentro

Exame da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB

 Caso o estudante opte pelo curso de Direito, após os 5 anos de graduação o mesmo deverá realizar a prova da OAB para exercer a profissão de advogado(a), sem obter a carteira de advogado mediante a aprovação da OAB o bacharel em Direto           não é suficiente para a realização do registro da profissão.

Em caso de concursos públicos ou ingresso na magistratura exige pelo menos três anos de atividade jurídica como advogado, ou seja, a carteira da OAB é imprescindível caso almeje o cargo de promotor ou juiz.

O exame da OAB é separado em duas fases, a primeira fase em caráter eliminatório é composta por 80 questões de múltipla escolha. As matérias vigentes de cada aplicação do exame são fornecidas através do edital. Para aprovação e avanço para segunda fase o candidato deve acertar 50% da prova (40 questões).

Já à segunda fase é composta por uma redação profissional e quatro questões dissertativas, o candidato deverá resolver as situações propostas pelo examinador.

Diferente da primeira fase é possível selecionar a disciplina de preferência do candidato, as áreas para escolha são: Direito Administrativo, Civil, Constitucional, Empresarial, Penal, Trabalho e Tributário.

O valor da prova são 10 pontos, sendo dívida pela redação (5 pontos) e para situações/problemas profissionais (1,25 pontos). Para obter a aprovação e a carteira da OAB o candidato deverá ter no mínimo 6 pontos.